Curta-Metragem “Alma”

Chamada

Participante do Anima Mundi de 2009, exibido em uma sessão com foco em contos de terror e humor negro, o excelente curta-metragem “Alma” é um exemplo de projeto pequeno com resultado em grandes proporções. Indicado na categoria melhor curta-metragem em animação do Goya Awards 2009, ele foi criado por Rodrigo Blaas, um talentoso espanhol que integra a equipe daquele pequeno e quase desconhecido estúdio…a Pixar.

Em sua trama, Alma é uma criança que passa pela vitrine de uma loja de bonecas e fica surpresa ao encontrar uma boneca parecida com ela. Curiosa e encantada, ela entra e conhece o mundo fantasioso e muito estranho da loja de brinquedos. Entretanto, aquilo que na realidade deveria ser encantador, é algo assustador…

Em 2010, um ano após o curta viralizar na internet, a DreamWorks Animation fez um acordo com Blaas para adaptar o seu premiado curta em um longa-metragem. Animador cujos créditos incluem “Procurando Nemo” (2003) e “A Era do Gelo” (2002), Blaas concordou em escrever e dirigir o projeto, sob produção executiva de Guillermo Del Toro produção executiva. O projeto, porém, ainda não avançou, permanecendo sem data de estreia definida.






alma_poster


Sobre Teeh Schwarz


Crítica de cinema desde 2007, é apaixonada pela sétima arte, audiovisual e cultura em geral. Idolatra divindades particulares - em especial o quarteto James Cameron, Nicole Kidman, Marilyn Monroe e Marcello Mastroianni -, venerando suas colaborações para o cinema. Integrou as equipes dos sites Cinema & Afins, Pipoca Moderna e Stuff of Artie. Atualmente comanda o Cine Splendor e escreve, esporadicamente, sobre cultura pop para os sites Tardis e Máquina Pop.